sábado, 22 de janeiro de 2011

Evacuar

“Evacuar” é um verbo que tem vários usos, e todos estão ligados à ideia de “sair”. Contudo, é necessário tomar cuidado ao construir frases com ele. “Evacuar um shopping”, por exemplo, é desocupá-lo, deixando-o vazio, fazer que todas as pessoas saiam dele. Podemos, então, construir a seguinte frase: “Ao ouvirem o alarme, evacuaram o shopping”.

Em outra construção, podemos dizer: “Os policiais evacuaram as pessoas”. Dá para perceber que o sentido é parecido, mas, agora, é específico de “remover”.

No sentido figurado, pode aparecer como se fosse “despejar”: “O próprio anfitrião evacuou os penetras (da festa)” (v. “Aulete”).

Como verbo intransitivo (sem complemento), porém, “evacuar” tem sentido bastante restrito. Significa “expelir fezes”, “defecar”. Analisemos, agora, o seguinte trecho:

“No Brasil, muita gente mora em áreas de risco e o governo não tem programas para atender as vítimas, nem para fazer avisos via rádio nem para ajudar a população a evacuar, se necessário.”

Para evitar o sentido indesejado, bastaria dar ao verbo um complemento. Veja, abaixo, uma sugestão:

“No Brasil, muita gente mora em áreas de risco e o governo não tem programas para atender as vítimas, nem para fazer avisos via rádio nem para ajudar a população a evacuar áreas perigosas, se necessário.”

Nenhum comentário: