sexta-feira, 11 de julho de 2014

Você saberia responder?

1. Como foram inventados os acentos gramaticais?
Os acentos gramaticais foram criados por Aristófanes de Bizâncio, o primeiro bibliotecário da Biblioteca de Alexandria, alguns séculos antes de Cristo. Foi na língua grega que ele introduziu tanto os acentos quanto sinais de pontuação, que posteriormente seriam assimilados pelo latim. Principalmente entre os religiosos, estes artifícios tiveram grande aceitação e foram amplamente empregados, pois permitiram que se estabelecesse entonações específicas nos cantos bíblicos.
2. Como surgiram os apelidos?
O professor de português Júlio César da Assunção Pedrosa conta que desde a Roma Antiga os apelidos já eram utilizados. "Ciprião, o Africano", "Catão, o velho" ou "Plínio, o moço" eram artifícios dos quais as pessoas lançavam mão para diferenciar indivíduos com o mesmo nome. O professor salienta que, com o tempo, era comum apelidos acabarem se incorporando aos sobrenomes.
3. De onde vêm as palavras FulanoBeltrano e Sicrano?
Fulano vem do árabe fulân ("tal"). No espanhol do século XIII, fulano era usado como adjetivo, mas depois tornou-se esse substantivo que designa algo que não sabemos o nome.

Beltrano veio do nome próprio Beltrão, muito popular na Península Ibérica por causa das novelas de cavalaria. A terminação em ano veio por analogia com fulano.

Sicrano tem origem misteriosa.

4. Existe algum idioma em que a escrita seja feita de cima para baixo?
Tanto a escrita chinesa quanto a japonesa são feitas de cima para baixo e da direita para esquerda. As duas são bastante complexas, em especial a da língua japonesa. Ela possui três alfabetos: o hiragama, o katakana e o kanji.
5. Como as moscas conseguem fugir tão rápido?
O corpo delas é todo coberto de pelos que funcionam como minirradares. Eles são especialmente sensíveis a movimentos de ar. O movimento da mão ou de qualquer outro objeto sólido cria a flutuação do ar e permite que a mosca voe antes de receber o golpe mortal.
6. Qual é o livro mais vendido no mundo?
O livro mais vendido e mais lido do mundo é a Bíblia. Estima-se que até hoje já tenham sido vendidos 11 milhões de exemplares da versão integral, 12 milhões de novos testamentos e 400 milhões de brochuras com fragmentos dos textos originais. Depois dela, vem o Alcorão, livro sagrado do Islamismo, seguido do Livro Vermelho, do líder comunista chinês Mao-Tse-Tung. O quarto lugar parece estar com o livro Scouting for Boys (Escotismo para Rapazes), escrito em 1908 por Robert Stephenson Smyth Baden-Powell, militar inglês que deu origem ao Escotismo.
7. Qual a origem do cê cedilha?
O Mestre em Língua Portuguesa Carlos Moreno, do site "Sua Língua", afirma que o cê cedilha foi criado na Espanha. Segundo ele, alguns textos escritos em espanhol arcaico, apresentam o encontro consonantal CZ. Com o tempo, o Z deste encontro transformou-se em uma perninha colocada sob o C, designando o mesmo som.
O próprio nome "cedilha" remete a esta origem: ele é um zê diminuído. O zê no espanhol antigo era chamado de "zeda" ou "ceda" (mais o sufixo diminutivo "illa" - "ilha" em português). Carlos Moreno afirma que na versão original do livro Dom Quixote, escrita em 1605 por Miguel Cervantes, o nome do escudeiro aparecia como Sancho Pança.


O português adotou a letra no século XV e a utiliza apenas antes das vogais A, E e O, no meio de palavras, para representar o som do S. O romeno e o turco moderno também adotam o sinal.

8. Qual é a maior palavra do mundo?
A maior palavra da Salomônia Nórdica e que é ao mesmo tempo a mais longa do Mundo é:

pionaliopecaedriajerkdivhdjaldkrjanekdociddonamzzaripdeecedeogeidofnsyejitecoalemmetpoadeclapenneaemahsjvukdubvgofndocvirorivobnidpodovusodurnrhyvudoenbhsfciofnpemerohivokri

Contém 173 letras e batiza um xingamento sobre um homem branco ex-escravo porem escravocrata.

9. Qual é a maior palavra da Língua Portuguesa?

"pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiose"

são, ao total, 44 letras.
Esta palavra designa uma doença que afeta o pulmão e a garganta.
Quem tem essa doença é chamado

"pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico"

(45 letras), e o plural dessa palavra,

pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconióticos

(46 letras), sendo assim a maior palavra da língua portuguesa.
10. Quem recebe os direitos autorais do livro de Adolf Hitler?
Na Alemanha, Hungria, Portugal, Suíça e Suécia, entre outros países, a edição e venda de Minha Luta é proibida. Nos poucos países em que a edição e venda são regulares, os direitos autorais já estiveram em vários bolsos, além dos de Hitler. Durante a guerra, o governo americano arrecadou mais de 20 mil dólares sobre a obra. A renda foi revertida ao país, até que, em 1979, a editora Houghton Mifflin comprou os direitos de tradução. Desde então, a editora americana tem vendido cerca de 15 mil exemplares por ano e, tendo sido questionada sobre a lisura do negócio, decidiu reverter toda a renda a instituições de caridade. Na Inglaterra, os direitos autorais dos três mil exemplares vendidos anualmente pertencem à agência literária Curtis Brown, que transferia a verba para uma instituição que foi mantida no anonimato por bastante tempo. Mais tarde, foi revelado que o dinheiro ia para o Conselho de Bem-Estar Alemão, órgão responsável pelo conforto de refugiados judeus nascidos na Alemanha. Com poucos membros para sustentar, os fundos começaram a ser encaminhados para a editora Random House, que adquiriu a Hutchinson e hoje pertence ao conglomerado alemão Betelsmann. Os direitos das edições que não são produzidas em língua inglesa - vendidas na Romênia, Rússia e outros poucos países - pertencem ao estado da Baviera (Alemanha), que confiscou todos os bens de Hitler.
11. Se apenas na língua portuguesa existe a palavra saudade, como os outros povos exprimem este sentimento?

Em muitas línguas, além de o termo "saudade" não existir, não há expressões com o mesmo sentido. Existem, sim, termos semelhantes. Os húngaros, por exemplo, têm uma palavra - hongavy - que exprime saudade da pátria ou de casa. Entre os finlandeses, o termo ikävää é utilizado para expressar tristeza por estar longe de um lugar. Já entre os alemães e ingleses, as pessoas quando sentem falta de outra podem dizer, respectivamente, Ich bin sehnsüchtig ou simplesmente I miss you (que equivale a sinto falta de você). Em espanhol, finalmente, o mesmo sentido é atribuído à frase te hecho de menos.
12. Qual é o maior livro do mundo?
É o Yongle Dadian, uma enciclopédia chinesa da Dinastia Ming, composta por 22.937 capítulos em 10.000 volumes. Cerca de dois mil estudiosos trabalharam em sua elaboração, entre 1403 e 1408. O livro, considerado um marco na cultura do país, tem 3.7 milhões de caracteres chineses, muitos deles já não mais utilizados, e registra a história do período anterior à Dinastia Ming (1368-1644). O prefácio é do próprio imperador Chengzu, que compara o difícil trabalho a ?peneirar a areia em busca de ouro, ou explorar o oceano procurando por diamantes?. Boa parte do Yongle Dadian foi destruída pelas forças aliadas, incluindo tropas da Grã-Bretanha, Estados Unidos, Rússia e Japão, que invadiram Pequim em 1900.
Fonte: Internet

Nenhum comentário: