quinta-feira, 19 de junho de 2008

Orações Subordinadas Substantivas

Esse tipo de oração recebe esse nome porque exerce uma função própria dos substantivos: objeto direto, objeto indireto, sujeito, predicativo, completiva nominal e aposto.

- Oração Subordinada Substantiva Objetiva Direta
A Oração Subordinada Substantiva Objetiva Direta funciona como objeto direto da Oração Principal.
Ex1: Vinícius pensava / que seu emprego estava perdido.
Ex2: Soube / que você não gosta de dançar.
Ex3 : Eu vi / que você estava muito triste na Hora do Recreio.

- Oração Subordinada Substantiva Objetiva Indireta
A Oração Subordinada Substantiva Objetiva Indireta funciona como objeto indireto da Oração Principal.
Ex1: Eu lembro / de quem você gostava.
Ex2 : Eu não gosto /de quem maltrata os animais.
Ex3 : Vinícius duvidou / de que sua vida estava em jogo.

- Oração Subordinada Substantiva Subjetiva
A Oração Subordinada Substantiva Subjetiva funciona como sujeito da Oração Principal.
Ex1 : Era provável que Pedro e Vinícius brigassem.
Ex2 : Era conveniente que Bruno e Vinícius estudassem.
Ex3: Que você nade é urgente.

- Oração Subordinada Substantiva Predicativa
A Oração Subordinada Substantiva Predicativa funciona como predicativo da Oração Principal.
Ex1: O certo / é que ficaríamos separados.
Ex2 : O conveniente / é que você não tenha discriminação.
Ex3 : O importante / é que haja preconceito.

- Oração Subordinada Substantiva Completiva Nominal
A Oração Subordinada Substantiva Completiva Nominal funciona como complemento nominal da Oração Principal.
Ex1 : Sou a favor / de que a condenem.
Ex2 : Vinícius tinha a necessidade / de que sua namorada fosse morta.
Ex3 : Tenho medo/ de que me traias.

- Oração Subordinada Substantiva Apositiva
A Oração Subordinada Substantiva Apositiva funciona como aposto da Oração Principal.
Ex1 : Só queremos uma coisa: /que você morra.
Ex2 : Vinícius sentia uma coisa:/ que algo iria acontecer.
Ex3 : Bruno queria apenas uma coisa:/ que fosse aprovado no Vestibular.

Nenhum comentário: